Saúde

Massafera é homenageado pela AACD

MASSAFERA AACD
O deputado estadual Roberto Massafera recebeu uma homenagem da Associação de Assistência a Criança Deficiente (AACD) como reconhecimento a emenda parlamentar destinada pelos parlamentares à entidade.

Massafera recebeu uma placa de agradecimento por sua atuação parlamentar em favor da AACD. A homenagem foi entregue em seu gabinete, na Assembleia Legislativa, pela coordenadora de Relações Governamentais da Associação, Leila Giacomin.

O deputado Massafera destacou que a AACD tem contribuído e atendido as necessidades especiais da infância, cumprindo com excelência uma demanda social onde, muitas vezes, o Poder Público é falho. Afirmou ainda que admira o trabalho da AACD desde a sua juventude, e que pretende continuar colaborando para a manutenção desta reconhecida entidade.

A AACD oferece mais de 5 mil atendimento todos os dias. É um dos melhores hospitais nas áreas de Ortopedia e uma referência no tratamento de pessoas com deficiência física ou neuromotor. Além da reabilitação, a AACD desenvolve diversas outras atividades como a inserção no esporte paraolímpico e o esforço pela integração social dos pacientes.

A emenda destinada à AACD é de autoria de diversos deputados que destinaram recursos para serem utilizados no custeio das atividades educacionais e na assistência a saúde de milhares de crianças de todo o País.

Texto e foto: Ary Costa Pinto

Anúncios
Saúde

Massafera defende voto favorável a PEC que reajusta salário de policiais

MASSAFERA PEC 2

O deputado estadual Roberto Massafera afirmou hoje (11) que, no plenário da Assembleia Legislativa, votará favoravelmente à PEC 2/2018 que traz um impacto positivo no salário dos policiais militares. A PEC limita a 10% a diferença de salário entre um posto da PM e seu superior imediato.

A confirmação do voto foi uma resposta a membros da Comissão de Estudos de Interesse dos Policiais Militares do Estado de São Paulo. A PEC 2 deve ser votada na quarta-feira (13) na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa.

“É uma reivindicação justa dos meus colegas policiais. Não há razão para uma diferença salarial tão grande, de até 30%, entre um posto e outro. Todos fazem parte da mesma corporação e doam suas vidas para nos manter em segurança”, justificou Massafera.

Para se ter uma ideia das distorções, o 1º e 2º tenente da PM desempenham funções parecidas. A diferença salarial, entretanto, é de mais de 30%. Se a PEC for aprovada, os vencimentos dos postos de soldados a subtenentes deverão ter reajuste médio de 34% (veja quadro abaixo); os aspirantes a oficiais e 2º tenentes terão aumento de 13% e 18%, respectivamente.

Os oficiais maiores, de capitão a coronel, na prática já têm uma diferença salarial menor do que os 10% proposto pela PEC 2. Vale destacar que, mesmo considerando a aprovação da proposta, os vencimentos iniciais da PM-SP ainda serão o 11º do Brasil.

Texto e foto: Douglas Braz

Saúde

Massafera ouve secretário de Saúde

MASSAFERA COMISSAO SAUDE

O deputado estadual Roberto Massafera, em reunião da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, ouviu esta semana as propostas do novo secretário de Estado de Saúde, Marco Antônio Zago. Na reunião da última terça-feira (4), o secretário apresentou a evolução das ações do Primeiro Quadrimestre de 2018.

Zago assumiu a pasta da Saúde há 45 dias em substituição a Davi Uip. “A principal missão é dar continuidade ao que já estava sendo feito. É um período de oito meses e de encerramento de governo, então não há nenhuma perspectiva de criarmos alguma coisa grande e programas novos”, declarou o secretário.

Questionado pelo deputado Roberto Massafera, o secretário de Sáude prometeu ampliar, em breve, a oferta de leitos de UTI Neo Natal. O deputado também defendeu a continuidade do Santa Casa Sustentável, um importante programa de repasse de recursos para custeio aos hospitais filantrópicos do Estado.

Massafera ainda solicitou ao secretário que dê maior atenção ao tratamento de câncer. Destacou que estudos mostram que em poucos anos mais de 30% da população poderá contrair alguma forma dessa doença. Por fim, questionou o secretário sobre a eficiência do uso do flúor adicionado à água distribuída a toda a população.

 Programas – Em sua fala, o secretário apresentou resultados positivos do programa “Mulheres de Peito”, que oferece exames gratuitos de mamografia. “Ganhou mais quatro unidades móveis para testes preventivos do câncer de mama”, e citou o programa “Filho que Ama leva o Pai ao AME”, que incentiva os homens a comparecer no Ambulatório Médico de Especialidades (AME) para realizar testes de câncer de próstata.

Marco Antônio Zago falou também sobre o aumento nos transplantes realizados no Estado. “Houve aumento nos transplantes de rim, de coração, de fígado e um progresso grande no de medula óssea. Não é possível imaginar o país sem o Sistema Único de Saúde (SUS). Mesmo com os seus defeitos ele é viável, o que precisamos é mais apoio do governo federal”, declarou Zago.

Sobre a febre amarela, Zago afirmou sete milhões de pessoas foram imunizadas em 2017, e neste ano já foram cinco milhões. “A situação está controlada. Um instrumento importante contra ela é a vacinação”.

Texto: Ary Costa Pinto

Foto: Marco Cardellino/AI Alesp

Saúde

Massafera preside reunião de inovação científica da Fapesp

MASSAFERA FAPESP

O deputado estadual Roberto Massafera coordenou, na última segunda-feira (21), a mesa de abertura do evento Inovação e Saúde – Tecnologias que Salvam Vidas – que apresentou o resultado das pesquisas patrocinadas pela Fundação de Apoio a Pesquisa de São Paulo (FAPESP). O evento foi promovido em parceria com o Instituto de Legislativo Paulista (ILP).

Os projetos foram apresentados pelos quatro coordenadores das pesquisas realizadas com recursos da Fapesp no programa de apoio a inovação em pequenas empresas.

O engenheiro Wataru Ueda, CEO da Magnamed, apresentou o ventilador pulmonar projetado para ser utilizado por equipes de resgate no transporte intra-hospitalar. Viviane Fongaro Botosso, diretora do Laboratória de Viralogia do Instituto Butantã, apresentou o teste de alta especificidade para a detecção de anticorpos do vírus Zika.

Ricardo Murville Camps, administrador e sócio fundador da Medtech, mostrou a plataforma Medtime de gestão hospitalar que promove maior eficiência nas rotinas e comunicações administrativas hospitalares. O quarto palestrante, foi Sérgio Mascarenhas, sócio da Braincare. Ele desenvolveu um aparelho de monitoramento de pressão intracraniana por sensores que substitui os procedimentos invasivos.

O deputado Roberto Massafera, que foi aluno do professor Sérgio Mascarenhas na Escola de Engenharia da USP em São Carlos, elogiou a inovação. “Estou feliz e admirado pelo desempenho do nosso mestre, pesquisador Sérgio Mascarenhas, que aos 90 anos ainda exibe vitalidade e lucidez juvenis”, comentou o parlamentar.

O parlamentar também destacou que “a educação básica, as universidades públicas, a pesquisa científica e a inovação tecnológica são fatores que diferenciam as nações. É nesse caminho que devemos seguir.”

 Texto e foto: Ary Costa Pinto

Saúde

USP reduz comprometimento do orçamento com salários para 91%

MASSAFERA USP COMISSAO.jpg

O deputado estadual Roberto Massafera participou hoje (16) de reunião da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação e Informação da Assembleia Legislativa de São Paulo que ouviu o novo reitor da Universidade de São Paulo (USP), Vahan Agopian.

Questionado pelo parlamentar, o reitor esclareceu que a universidade conseguiu reduzir o comprometimento de suas receitas com a folha de pagamento para 91%, embora ele admita que o percentual ainda seja preocupante. Roberto Massafera expressou preocupação com a queda de receita do ICMS, principal fonte de financiamento das universidades estaduais. A situação ainda deve se agravar com a previsão de recuo fiscal nos meses de maio e junho.

O parlamentar também indagou o reitor sobre os planos para melhorar o desempenho da universidade nos rankings mundiais. Em junho de 2017, a consultoria britânica Quacquarelli Symonds colocou a USP na 121ª posição do QS World University Ranking.

Roberto Massafera lembrou que a excelência em pesquisa, extensão e educação da USP é vital para o desenvolvimento do Estado e do País. Citou como exemplo o físico do campus de São Carlos, Sérgio Mascarenhas, cujas pesquisas desenvolveram um método não invasivo para medição da pressão intracraniana.

Engenheiro com formação na USP de São Carlos, Roberto Massafera também destacou a contribuição da universidade no estudo de solos tropicais que alterou o paradigma na construção de estradas. As tecnologias nacionais reduziram o custo do pavimento no Brasil que, até então, seguiam normas técnicas americanas inadequadas para o clima brasileiro.

A semelhança com o clima do continente africano também faz do Brasil um potencial exportador de tecnologia e conhecimento em áreas como agricultura e medidas sanitárias.

Vahan Agopian compareceu à Alesp para prestar contas de sua gestão, demonstra suas ações, programas e metas da USP. Roberto Massafera avaliou a gestão de Vahan Agopian positiva no enfrentamento de dificuldades financeiras. Ele acredita que a universidade está bem gerida e que a reitoria vem trabalhando com prudência e competência.

Texto e foto: Ary Costa Pinto

Saúde

Massafera visita obras no Monte Alegre

MASSAFERA MTE ALEGRE I

O deputado estadual Roberto Massafera, acompanhado do prefeito de Araraquara, Edinho Silva, visitou no final de semana as obras de construção de duas pontes e uma barragem no assentamento Monte alegre. Os convênios de R$ 292 mil liberados pela Defesa Civil do governo do Estado foram liberados a pedido do parlamentar.

As pontes ficam no Ribeirão das Queijeiras (entre os setores 6 e 2 do assentamento) e Ribeirão Monte Alegre (setores 6 e 3); e a barragem fica na divisa com Matão. Também acompanharam a visita às obras o secretário de Obras, João Bernal, e os vereadores José Carlos Porsani e Edio Lopes.

“Os recursos foram autorizados pelo então governador Geraldo Alckmin durante visita à região em 2017. Nos próximos meses, os obras estarão terminadas e liberadas para a população. Nossa postura é de ajudar os municípios a enfrentar os problemas que atingem a população”, destacou Massafera.

Cerca de 500 famílias vivem na região do assentamento Monte Alegre. As obras vão facilitar o escoamento da produção, o deslocamento de moradores, trabalhadores e ônibus de estudantes a caminho da escola.

 

Texto e foto: Douglas Braz