Saúde

Decreto de Doria cria Fatec de Matão

O deputado estadual Roberto Massafera comemorou o decreto do governador do Estado de São Paulo, João Doria, que cria oficialmente a Faculdade de Tecnologia do Estado (FATEC) de Matão. A proposta foi publicada no Diário Oficial de ontem (11).

O parlamentar destacou que a FATEC vai trazer oportunidades para os jovens de Matão e região, além de ajudar a manter a liderança da agroindústria regional e a capacitar seu desenvolvimento.

“Nós temos que investir naquilo que sabemos fazer e fazer bem feito que é a agricultura. A decisão do governador João Doria mostra uma visão de futuro. Matão e região agradecem”, comentou Massafera.

Além do deputado Roberto Massafera, o projeto da FATEC de Matão recebeu o apoio de várias lideranças locais e estaduais, como o prefeito Edinardo Esquetini e empresários de Matão, além do ex-secretário de Agricultura do governo de Geraldo Alckmin, Arnaldo Jardim.

Na parceria para a implantação da unidade, coube à Prefeitura de Matão as obras de reforma e adequação no prédio da Fatec. O Estado ficou responsável pela compra de mobiliário e equipamentos e o Centro Paula Souza, pela elaboração do projeto pedagógico do curso, acompanhamento do processo seletivo e contratação de professores.

O Centro Paula Souza destaca que a proposta da escola de Matão é atender às demandas do arranjo produtivo local. O curso de Análise de Processos Agroindustriais tem grande integração entre a teoria, aprendida em sala de aula, e a prática, desenvolvida dentro de empresas de Matão. O vestibular para o primeiro semestre de 2019 registrou uma concorrência de 5,05 candidatos por vaga.

Matão é o quarto município da Região Central a contar como uma FATEC, ao lado de Araraquara, São Carlos e Taquaritinga. Com a nova unidade, o Centro Paula Souza passa a administrar 73 Fatecs, além de 223 Escolas Técnicas Estaduais e 269 classes descentralizadas presentes em mais de 300 municípios paulistas.

Anúncios
Saúde

Massafera solicita R$ 2,1 mi para Saúde

O deputado estadual Roberto Massafera solicitou mais de R$ 2,1 milhões para a saúde de Araraquara dos quais, R$ 1,450 milhão será repassado para a Prefeitura Municipal aplicar no setor. O restante, R$ 650 mil, é para custeio do hospital Santa Casa.

O deputado também participou de reunião da diretoria da Santa Casa de Araraquara para discutir os planos de expansão da oncologia. A fachada da avenida José Bonifácio com a rua Carlos Gomes foi demolida para abrigar as novas instalações de tratamento de câncer, quimioterapia e atendimento clínico. As obras estão sendo custeadas pelas empresas Lupo S.A.

Os recursos de emenda parlamentar foram incluídos no orçamento impositivo de 2019 do Estado de São Paulo. Roberto Massafera afirmou ter grande expectativa de que o governador João Doria atenda a solicitação uma vez que o custeio da Saúde é uma das áreas prioritárias do atual governo.

 “Seguimos atuando até o último dia de nosso mandato para beneficiar a população da região. Vamos continuar articulando recursos e investimentos públicos para as nossas cidades. A Saúde tem uma grande demanda represada e a Santa Casa é o maior prestador de atendimento público em nossa região”, justificou Massafera.

Além de Araraquara, Roberto Massafera incluiu no orçamento de Estado emendas para a região como verbas para a Saúde de Matão e São Carlos, além de infraestrutura urbana em cidades como Américo Brasiliense, Santa Lúcia, Nova Europa, Gavião Peixoto e Tabatinga.

Saúde

Projeto de Massafera faz justiça com nome de Bueno de Andrada

Roberto Massafera e Jeferson Yashuda

Projeto de lei (715/2018) do deputado estadual Roberto Massafera pacifica uma dúvida sobre a grafia correta do nome do distrito de Araraquara, Bueno de Andrada, com a letra “A” no final. A iniciativa da proposta é do Memorial da Câmara Municipal que encontrou uma sucessão de equívocos legislativos nos turbulentos anos da década de 1930 e que perdura até hoje.

A história mostra que o então distrito de paz de Itaquerê foi criado em dezembro de 1924. Em maio de 1937, seu nome foi alterado para Bueno de Andrada. Dois meses depois, em julho de 1937, foi publicado o decreto confirmando a alteração de nome, porém com um erro: “Bueno de Andrade”.

Em janeiro de 2006, uma reforma legislativa revogou inúmeros dispositivos legais no Estado, incluindo a lei de maio de 1937 que constava o nome correto, Bueno de Andrada. O projeto de Massafera simplesmente restabelece a vigência dessa lei. Esse resgate histórico foi feito pelo Memorial da Câmara Municipal de Araraquara a cargo da servidora Sílvia Gustavo.

Bueno de Andrada – Em ofício encaminhado ao deputado Massafera, o presidente da Câmara Municipal de Araraquara, Jeferson Yashuda, destaca que o distrito de Bueno de Andrada possui cerca de 2 mil moradores, a grande maioria (80%) nos assentamentos rurais ao redor.

Seu núcleo urbano concentra uma dezena de quadras, a estação de trem e a praça. Abriga um centro gastronômico famoso pelas “coxinhas douradas”. Sua exposição nacional deve-se ao escritor araraquarense Ignácio de Loyola Brandão que, em 2001, escreveu sobre o distrito e sua culinária em artigo publicado no jornal O Estado de São Paulo.

Personagem – Antônio Manuel Bueno de Andrada, personagem da história política nacional, é quem empresta seu nome ao distrito de Araraquara. Bueno de Andrada foi um engenheiro civil, deputado estadual, federal e senador por São Paulo que viveu entre 1857 e 1941.

Nascido no berço de uma família ativista, tios e avós do republicano e abolicionista Bueno de Andrade tiveram destaque na defesa do processo de emancipação do Brasil de Portugal.

Formado em engenharia pela Escola Politécnica do Rio de Janeiro, então capital do Império em 1879, Bueno de Andrada defendia a república e a abolição da escravatura em textos publicados em jornais da época.

Na carreira profissional, trabalhou em projetos de saneamento e em linhas férreas. Foi engenheiro na estrada norte de São Paulo com passagens por Araraquara (SP), Bragantina (SP) e na central do Brasil, no Rio de Janeiro.

Saúde

Massafera representa Alesp em lançamento de negócios da Sabesp

Como representante da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, o deputado estadual Roberto Massafera participou no início da semana de um programa da Sabesp. Ele é dedicado a apresentar as novidades desenvolvidas pela companhia com o fim de melhorar os serviços prestados além das inovações e de negócios em que pretende atuar.

Roberto Massafera considerou as propostas apresentadas pela Sabesp como um marco na história da empresa e para o saneamento no Estado de São Paulo. A Sabesp apresentou o portfólio de novos negócios onde destaca-se a geração de energia com o aproveitamento de resíduos do tratamento de esgotos e coleta de lixo.

A Sabesp é uma empresa de grande porte com atuação internacional e ações negociadas na Bolsa de Nova York. O evento serviu para a companhia mostrar aos agentes de mercado suas estratégias essenciais no sucesso dos novos negócios. A empresa pretende atrair investimentos de parceiros nacionais e internacionais para financiar essa expansão.

Saúde

Massafera aprova projeto que permite hortifrútis nas rodovias

MASSAFERA GARAPEIROS

O deputado estadual Roberto Massafera comemorou ontem (5) a votação do Projeto de Lei (PL) 905/2017, de sua autoria, que garante a atividade comercial dos garapeiros e pequenos produtores de hortifrútis e plantas nas margens das rodovias paulistas. A votação na Assembleia Legislativa de São Paulo derrubou o veto do Executivo.

“Gostaria de agradecer a compreensão dos meus colegas deputados. Estamos ajudando a população que trabalha”, comentou o parlamentar. A iniciativa permite ao pequeno produtor a obtenção de renda dentro da economia formal.

O PL 905 atualiza a legislação que desde 1976 já permitia a atividade de pequenos produtores nas faixas de estradas de domínio do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) pedagiadas ou não.

A nova lei introduz a permissão do comércio à figura jurídica do MEI (Micro Empreendedor Individual), e também explicita a atividade do “garapeiro” como beneficiário do direito ao lado de hortifrutigranjeiros, produtores e vendedores de plantas frutíferas e ornamentais.

A proposta partiu da articulação da vereadora de Ibaté, Ivani do Cruzado, que representa um grupo de garapeiros e pequenos produtores instalados ao longo da rodovia Washington Luiz entre Araraquara e São Carlos.

Nos últimos meses, os garapeiros vinham sofrendo pressão das concessionárias para deixarem as rodovias. Embora tenha o direito garantido, esses comerciantes ainda precisam solicitar autorização do DER para funcionar.

Texto e foto: Douglas Braz

Saúde

Massafera solicita ao Estado que mantenha apoio às Santas Casas

IMG_0436

O deputado estadual Roberto Massafera solicitou a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo a continuidade dos programas Pró-Santa Casa e Santas Casas SUStentáveis que têm apresentado grande eficiência no atendimento aos pacientes dos municípios da região como Araraquara, São Carlos e Matão.

Em resposta a solicitação do deputado Massafera, a Secretaria de Saúde informou que ambos os programas são bem avaliados e que terão continuidade no próximo ano.

O parlamentar se disse satisfeito com a manutenção desses convênios e acrescentou: “Todas as Santas Casas estão passando por dificuldades. É preciso que o governo federal, através do Ministério da Saúde, repasse mais recursos para essas entidades. Sem esses programas do governo paulista as Santas Casas teriam que encerrar suas ativi.”dades