Saúde

Massafera reúne-se com comando da Marinha e defende projetos no Estado

MASSAFERA MARINHA (1)

O deputado estadual Roberto Massafera reuniu-se essa semana com o Chefe do Estado Maior da Marinha em São Paulo, Capitão de Mar e Guerra Luís Fernando Batistella. Eles trataram de projetos de interesse da força naval no Estado.

O encontro ocorreu no gabinete do parlamentar na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e também contou com a participação do engenheiro Antônio Basile.

Entre os assuntos da pauta eles discutiram a continuidade das pesquisas desenvolvidas pela Marinha do Brasil com o reator nuclear no município de Iperó (SP); além do recrutamento e formação de marujos e de oficiais para a Marinha do Brasil.

Roberto Massafera também tratou da construção de instalações da Marinha em São Paulo. Um terreno situado na Vila Mariana (Zona Sul) já foi doado à Marinha com a intervenção do deputado Roberto Massafera e do secretário municipal de Esportes, João Farias.

O imóvel abrigará atividades sociais da Marinha com crianças de escolas públicas. Elas receberão treinamento e capacitação em diferentes modalidades esportivas. Massafera prometeu trabalhar para a consolidação desse programa. “É um projeto importante que ajuda na formação dos nossos jovens, do Esporte em nosso País”, considerou o parlamentar.

Texto e foto: Ary Costa Pinto

Anúncios
Saúde

Massafera defende separação entre Agricultura e Meio Ambiente

MASSAFERA MEIO AMBIENTE - Raphael Montanaro AI Alesp

O deputado estadual Roberto Massafera defendeu hoje (6), durante reunião da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, a manutenção da separação entre os ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente. A fusão chegou a ser cogitada pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Além das políticas ambiental e agrícola terem interesses muitas vezes divergentes, a mudança soaria como uma flexibilização das leis ambientais frente a expansão de modos agrícolas insustentáveis. O próprio ministro da Agricultura, Blairo Maggi, um dos maiores produtores de soja do mundo, alertou que países importadores poderiam fechar seus mercados.

“Os mercados que adquirem os nossos produtos cada vez mais exigem que nossa agricultura atue de modo sustentável, com respeito ao meio ambiente. Não podemos negligenciar com essas exigências”, reforçou o parlamentar.

Pesquisas científicas também têm demonstrado que a produção agrícola irresponsável prejudica o meio ambiente, empobrece o solo e compromete a disponibilidade de água. A prática coloca em risco a saúde da população e leva ao empobrecimento da região.

Comissão – Os parlamentares integrantes da Comissão também decidiram solicitar à Prefeitura de Ilha Bela informações relativas ao licenciamento de obras anunciadas pelo governo municipal. O Instituto Ilha Bela Sustentável questiona a contenção de encostas, trechos da rodovia 131; e a desobstrução de rios e córregos. Por indicação do deputado Roberto Massafera, a comissão estabeleceu que esses esclarecimentos sejam prestados no prazo de 30 dias.

Também ficou definida a realização de audiência pública para tratar da crise hídrica na Região Metropolitana de São Paulo. Ela será realizada na próxima terça-feira (13), quando serão ouvidos autoridades e estudiosos das questões dos mananciais e abastecimento. O propósito do evento é realizar um diagnóstico da situação a fim de subsidiar a elaboração de políticas públicas para a resolução dos principais problemas nessa área.

Texto: Ary Costa Pinto

Foto: Raphael Montanaro – AI Alesp

Saúde

Massafera alerta comissão ambiental sobre animal que ameaça agricultura

MASSAFERA FOSFO

O deputado Roberto Massafera defendeu o controle, pelos órgãos ambientais, contra a proliferação do javaporco. Animal híbrido fruto do cruzamento de javalis com porcos, sua população vem crescendo no Estado de São Paulo causando sérios prejuízos à agricultura.

Além de devastar as plantações, a presença desses animais em rodovias também tem causado sérios acidentes, inclusive com vítimas fatais. Roberto Massafera se pronunciou essa semana durante reunião da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Com voto favorável do parlamentar, a Comissão também aprovou o pedido de realização de audiências públicas para discutir questões relacionadas ao manejo de mananciais hídricos no Estado.

A região metropolitana da capital sofreu intenso racionamento de água a partir de 2014 resultado de fatores como baixos níveis de chuva, longo período de seca e falta de expansão da capacidade de represamento do sistema Cantareira para acompanhar o crescimento populacional.

A audiência será realizada no dia 13 de novembro com a presença da ambientalista indiana Minni Jain, diretora da ONG The Flow Partnership ganhadora do prêmio Nobel da Água em 2015. Ela vai compartilhar as ideias que a Índia adotou para contornar a dificuldade de se encontrar água potável.

Na região de Sorocaba, a represa de Itupararanga também está ameaçada e será motivo de outra audiência. A represa é utilizada para geração de energia elétrica e o abastecimento de 800 mil pessoas, além de pesca e turismo.

De acordo com a ONG SOS Itupararanga, a região passa por uma crise diante dos baixos níveis da barragem e da poluição provocada pelo lançamento de esgoto e agrotóxicos nas águas, loteamentos clandestinos, desmatamentos, caça e pesca ilegais.

A Comissão de Meio Ambiente também aprovou, com voto favorável de Roberto Massafera, a realização de diligências na refinaria da Petrobras em Paulínia para verificar as condições de segurança da unidade. Em agosto passado, a refinaria sofreu um incêndio após explosão de uma caldeira. Moradores da região relataram um forte tremor e o fogo foi controlado pelos Bombeiros.

Saúde

Massafera defende retomada de obras públicas

MASSAFERA ENGENHEIROS

O deputado estadual Roberto Massafera participou, na manhã desta quarta-feira (3), do evento Encontro com Candidatos promovido pelo Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo e realizado na sede da entidade na capital paulista.

Ao evento compareceram dezenas de engenheiros e até antigos colegas de faculdade do deputado para ouvir suas propostas para atuação no Legislativo paulista. Roberto Massafera fez uma ampla exposição sobre a conjuntura política e econômica nacional e estadual.

O parlamentar destacou que as iniciativas governamentais para a retomada do desenvolvimento e a criação de empregos terão que passar pela retomada de inúmeras obras públicas que estão paradas; e que nesse processo os engenheiros terão papel fundamental.

“Nos dias de hoje há um grande número de engenheiros desempregados. A retomada das obras paradas criarão novos empregos. É imperioso retomar e intensificar obras de saneamento. Para cada real gasto nestas obras deixamos de gastar 4 reais na saúde” afirmou o deputado.

Ao final do evento o presidente do Sindicato dos Engenheiros, Murilo Celso de Campo Pinheiro, entregou ao deputado Massafera um relatório sobre as conclusões do Congresso Nacional do Engenheiros realizado recentemente.

Texto e foto: Ary Costa Pinto

Saúde

Massafera vai apoiar Programa de Demissão Voluntária do Estado

MASSAFERA PIDV

O deputado estadual Roberto Massafera declarou apoio ao Projeto de Lei 582/2018 que autoriza o governo do Estado de São Paulo a instituir o Programa de Incentivo à Demissão Voluntária (PIDV). A decisão foi anunciada no fim de semana a um grupo de engenheiros e funcionários do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) de Araraquara com quem ele se reuniu.

“O plano vai beneficiar aqueles trabalhadores que já deram sua vida à serviço dos paulistas e que já atingiram a idade de contribuição para se aposentar. Infelizmente, a realidade previdenciária do País não permite que essas pessoas gozem a velhice com a tranquilidade que todos merecemos”, justificou Massafera.

Atualmente, São Paulo possui 4,9 mil servidores com salários maiores do que o teto da aposentadoria (R$ 5,6 mil). Destes, cerca de 2,9 mil já preenchem os requisitos para se aposentar. Como têm estabilidade no emprego, muitos evitam se aposentar por causa do impacto negativo na renda familiar.

A remuneração média desses servidores é de R$ 12,5 mil, o que somado aos encargos trabalhistas gera um custo médio mensal de R$ 18,4 mil. Segundo estimativas, o Plano permitiria uma economia de até R$ 17 bilhões para o Estado.

De acordo com a proposta, o servidor que voluntariamente optar por se desligar do Estado receberá uma indenização mensal correspondente a 80% do seu salário por um período de 23 anos. O projeto considerou a idade média desses trabalhadores, 57 anos, e a expectativa de vida dos brasileiros, 80 anos.

Ao incentivar o desligamento destes trabalhadores, a proposta também ajuda a equilibrar as contas do governo paulista. Ele reduziria o comprometimento do orçamento com a folha de pagamento que atualmente está em 49,55%, acima do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Texto e foto: Douglas Braz

Saúde

Massafera é convidado para Congresso da Federação dos Engenheiros

MASSAFERA INSTIT ENG

Convidado pela Federação Nacional dos Engenheiros, o deputado estadual Roberto Massafera participou ontem (14) do Congresso Nacional da categoria. O tema discutido foi a retomada do desenvolvimento e a defesa dos engenheiros. O evento ocorreu em São Paulo com a presença de 18 sindicatos filiados.

Em sua fala, o deputado Roberto Massafera destacou que a Engenharia brasileira também vive um momento de grandes dificuldades em razão da crise econômica que o Brasil atravessa. O parlamentar também lembrou que empresas transnacionais que atuam em grandes obras de infraestrutura não absorvem toda a mão de obra técnica disponível.

Massafera defendeu alterações na legislação das licitações para a realização de obras de engenharia. Ele argumentou que é preciso licitar o projeto executivo das obras, e não apenas o projeto básico como ocorre atualmente.

Abordando a questão da defesa dos engenheiros, Massafera expressou sua crença que sem a categoria a retomada do crescimento não ocorrerá. “Nos, engenheiros, sabemos planejar, sabemos executar e controlar. Esses são os três pilares fundamentais da retomada do crescimento”, finalizou o parlamentar.